City Tour Cuiabá


A negociar

Código do Item: 17766
Quantidade disponível: Consultar
Total de visitas: 5129

Anunciante:
Azanatour Agência de Viagens > Clique aqui e veja mais anúncios.

Entre em contato e negocie o melhor preço para este anúncio, de sua oferta: 65 3682-6890 ou no formulário abaixo:

Descrição

O morro da Luz, é famoso e pode se ter uma bela vista do Centro Histórico da Capital. Vale destacar que no seu ponto mais alto tem uma mesquita, construída pela colônia árabe de Cuiabá em 1978, com participação financeira do ex-rei Faiçal, da Arábia Saudita. Monumento do Bandeirantes, edificado pela Prefeitura em 1969, fica na Av. Coronel Escolástico e foi erguido durante as comemorações dos 250 anos de Cuiabá. As estátuas representam os três elementos que contribuíram para a formação da cidade: O Bandeirante, O Índio e o Escravo. O palácio Governo, que durante 45 anos foi a Residência dos Governadores, localizado na rua barão do Melgaço, também localizada no Centro histórico de cidade, abrigou 14 dirigentes do Estado de Mato Grosso e seus familiares. Em 1986, por ordem do governador Júlio José Campos, que adquiriu uma nova residência oficial para governo, localizada no bairro Santa Rosa, este prédio foi transformada em museu dos governadores. O próprio Centro histórico de Cuiabá tem uma arquitetura bastante atraente que registra o passado marcado pelas ruas antigas e estreitas, transformadas em calçadões, como a Ricardo Franco (Rua do Meio) e a Galdino Pimentel (Rua de baixo), cujos sobrados tiveram seus salões inferiores transformados em pequenos comércios. A região merece um passeio especial com um guia especializado que poderá contar um pouco da história de Cuiabá. Na rua Galdino Pimentel é possível visitar o Museu de Pedras Ramis Bucair, fundado em 08 de abril de 1959, onde há exposição permanente de peças paleontólogas de diversas áreas de pesquisas efetuadas pelo pesquisador Ramis Bucair. Fazem parte do acervo, instrumento de trabalho de guerra da era neolítica, fosseis de peixes, pedras preciosas e semi-preciosas. Ainda no Centro de Cuiabá, o visitante pode se deliciar com as praças da República, conhecida também como antigo Largo de Sé ou pátio da Matriz, que também já foi chamada de Jardim Alencastro. Descrito pelo álbum Geográfico de Mato Grosso, como o belíssimo Jardim Público, o local já passou por várias restaurações. Na servia com palco para a realização de touradas, uma das poucas diversões do cuiabano na época. O museu de Mato Grosso, localizado na Praça da República é outro que não pode ficar fora do roteiro. Construído em 1892, o prédio foi abrigo para escolas e entidades do setor de turismo de Mato Grosso. No Palácio da Instrução há os museus: histórico que retrata Mato Grosso do período colonial â Republica e o da história Natural e Antropologia, com exposição de pesquisa técnico-cientificas ligadas ao centro de Zoologia, Botânica, Antropolia e Paleontologia do Estado. No Palácio pode ser visitado também, Biblioteca Pública Estadual, com a exposição de pintores mato-grossenses que se destacam em nível nacional e internacional. Para aqueles que gostam de visitar igrejas, a dica para o Centro Histórico e a de São Benedito, construída pelos escravos em 1764, a matriz e a do Bom Despacho. Atualmente, a primeira é famosa em função da Festa de São Benedito realizada anualmente no meio doa ano. Há missas em vários horários, inclusive ás cinco horas da manhã, quando se reúnem famílias tradicionais de Cuiabá em devoção ao Santo. Já a Catedral Metropolitana foi demolida no século passado e em seguida totalmente reconstruída como a marca de uma nova era para o Estado. Com estilo moderno para a época a igreja se tornou por muitos anos o motivo principal de muitas polêmicas. O Bom Despacho, fundada em 1722, completa o circuito das igrejas. O Interior do tempo é barroco e o altar-mor em talha dourado, estilho rococó. É a mais antiga Igreja da cidade que guarda suas características originais. Localizada no Centro histórico de Cuiabá, próximo a esquina entre a avenida Prainha com a Isaac Povoas, o prédio é tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, é considerada replicada da Notre de Paris, chamada carinhosamente de Notre Dame de Cuiabá.